Categorias em Destaque

Palestras

Biblioteca Virtual

Artigos

Mensagem final – Reunião de desobsessão – 5ª feira 29.6.17

 

Boa noite, irmãos,

Que  a luz de Nosso Senhor Jesus Cristo vos ilumine.
Meus irmãos,
A benção do trabalho vos fortalece. Cada coração aqui presente, cada espírito, encarnado ou desencarnado, dedicado a uma reunião como essa, encontra aqui uma fortaleza para o adiantamento de si mesmo.
Uma reunião como essa, de esclarecimento e libertação, esclarece primeiro a quem, meus filhos? Senão a vós mesmos? O esclarecimento sobre a Doutrina, sobre as Leis de Deus, sobre si mesmos, sobre a realidade da vida moral e espiritual desse planeta. Esclarece a cada um de nós, irmãos. E a Verdade será sempre o caminho da Libertação.
Aquele que não conhece ou, ao menos, não busca a Verdade, aprisiona a si mesmo em ilusões. Permite a si mesmo crer em um mundo inexistente, crer em palavras, conceitos, que são apenas convenientes. E a conveniência não faz ninguém avançar…

Ah, irmãos, conhecer o bem significa de forma inerente penetrar a realidade do mal. Como alguém pode dizer que ama a casa limpa se não suporta lidar com a sujeira? Conhecer o mal é o caminho inevitável e responsável daquele que, de fato, quer limpar a própria alma, pois que a faxina interna cabe a si mesmo.
Meus irmãos, purifiquemos nosso espírito, não pela ilusão da dádiva celeste concedida aos eleitos, mas pelo trabalho sincero, honesto, dedicado, de buscar a verdade para a libertação de todos.

Estejamos com Jesus, nosso maior exemplo, que conversou com o mal e nos ajudou a conceber sua presença em nossa vida e a necessidade de lidar com ele. Sem medo, sem desculpas, sem fugas. Apenas agir segundo uma realidade indiscutível.
Vejam, meus filhos, que Jesus não nos deixa dúvida sobre a ação do mal. Não nos deixa dúvida sobre nossa necessidade de ação sobre ele. O restante, que foge disso, é ilusão que se distancia dos ensinamentos sagrados.
Estejamos firmes, convictos!
Com Jesus!

Pe. Sávio

Mensagem final – Reunião de desobsessão – 5ª Feira 23.06.16

 

Centro espírita que não faz desobsessão é como um barco lançado na água sem vela nem leme, vai por onde a correnteza leva.

Se na Terra ainda predomina o mal, ainda se pensa mais no mal, ainda se pratica mais o mal, a psicosfera planetária representada na figura da correnteza, para onde deve levar essas casas?

Paredes de concreto não seguram maus fluídos, não impedem a entrada de Espíritos inferiores e o pior, não interferem em nada na atuação desses irmãos infelizes.

Um fluído ruim se combate com um fluído benéfico, portanto, para que as casas Espíritas recebam proteção, é preciso que antes de receber, aprendam a dar.

Para que se criem barreiras mentais, é preciso pensar e praticar o bem e não ficar esperando que os Espíritos trabalhem em seu lugar, por isso que tantas casas não saem do lugar, quando não, são arrastadas pela correnteza mental da maioria.

Desse modo filhos, continuem.

Melhor do que o Evangelho na mão é tê-lo no coração e Evangelho no coração, reflete em trabalho de cura e desobsessão.

O Evangelho se prega pelo exemplo.

Fiquem na Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Pedro

Mensagem final – Reunião de desobsessão –  5ª feira 26.05.16

 

Não tenham medo pequeno rebanho, quando lobos vorazes se precipitarem sobre vós.

Os discípulos sinceros de Jesus sempre foram perseguidos, mas desamparados nunca.

É ordem do próprio Cristo que os verdadeiros trabalhadores da última hora sejam blindados dos ataques do mal, desde que permaneçam firmes e dispostos a continuar e todo o mal que possa vos ocorrer sempre terá limites bem estreitos.

Jesus determina que a doutrina prossiga, face a gravidade do momento e que toda casa espírita séria, que ainda são poucas, sejam mais fortalecidas, que recebam maior assistência espiritual para continuarem no trabalho.

Portanto, só será permitido vos acontecer aquilo que for necessário ao aprendizado e consolidação de vossa fé.

Tenham confiança nisto, pois como disse Jesus: “Até vossos cabelos estão todos contados”.

Fiquem em paz e continuem trabalhando, que a cada um será retribuído conforme suas obras.

ENSINAMENTOS

*

E s p i r i t i s m o:

   Ciência: Muitas verdades, deduzidas pela demonstração e concatenadas entre si, formando um sistema, eis a Ciência. Constitui, em última análise, uma soma de conhecimentos, ordenados e lógicos. O Espiritismo se encaixa nesta definição, visto utilizar o método experimental (O Livro dos Médiuns) da mesma forma que as ciências positivas.
Como ciência prática tem sua essência nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos. Prova-nos a existência, sobrevivência e a imortalidade do Espírito, seu objeto de estudo. O objeto da Ciência é tudo o que ela abrange, tudo o que examina, tudo quanto constitui motivação para sua pesquisa.
Assim, na Ciência Espírita, o objeto é o Espírito. Allan Kardec assim definiu o Espiritismo: “É uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal”.
Ciência Experimental que analisa, observa, compara e deduz as conseqüências, remontando dos efeitos às causas, sem teorias preconcebidas.
Alcança seus resultados através da dedução e do encadeamento lógico dos fatos.

   Filosofia: A Filosofia é a ciência geral dos princípios e valores gerais da existência, da conduta e do destino do homem. Filosofar seria meditar, estudar; procurar as causas e as conseqüências dos fatos; buscar sabedoria. Tal é o objetivo essencial da Doutrina Espírita, Filosofia Espiritualista por excelência. O caráter filosófico do Espiritismo está no estudo que faz do homem, sobretudo do Espírito, de seus problemas, de sua origem e de sua destinação. Demonstra a existência, inquestionável, de algo que tudo cria e tudo comanda inteligentemente – Deus. Definindo as responsabilidades do Espírito, quando encarnado (alma) e também do desencarnado, o Espiritismo é filosofia, uma regra moral de vida e comportamento para os seres da Criação, dotados de sentimento, razão e consciência. Como ser moral, consciente, o homem tem liberdade com responsabilidade e é isso que a filosofia espírita lhe mostra com clareza, à luz da doutrina das existências sucessivas (reencarnação), do carma e do livre-arbítrio, demonstrando-lhe que a vida é eterna e que ele deve fazer dessa vida uma permanente fonte de ventura e felicidade, pela obediência às leis que regem toda a Criação.

   Religião: Sempre se considerou religião como o culto instituído e formal, com seu templo ou igreja, suas imagens, seu ritual, sua hierarquia sacerdotal, seus dogmas, mitos e crendices. Neste sentido, o Espiritismo não é religião, ou seja, não é religião institucionalizada, porque não visa satisfazer apenas os sentidos físicos e os sentimentos superficiais da criatura, mas, sim, às necessidades íntimas da alma em relação ao seu Criador. Procura despertar a consciência dos homens para Deus e a realidade do Espírito imortal; mostra a responsabilidade de cada um, por sua posição e atitude na vida, dando a todos o entendimento amplo, mas simples, das leis naturais e divinas, que presidem à evolução. O Espiritismo é, portanto, a religião natural e científica, da fé raciocinada, sem misticismos e segredos iniciáticos, uma forma integral e consciente de conduta humana diante de Deus. O Espiritismo veio, a seu tempo, para explicar a todos o mecanismo do bem e do mal e revelar tudo aquilo que o Mestre Jesus não ensinara, por falta de maturidade das criaturas.
Tudo isto está explanado na obra O Evangelho segundo o Espiritismo, a qual coloca o aspecto religioso como o ponto relevante da Doutrina Espírita, resgatando, em sua pureza, o ensino moral do Cristo. “Deus é Espírito e em espírito e verdade é que o devem adorar os que o adoram” Jesus. (João, 4:24.)

Revista Reformador 10/2005

 

*

*

Como Encontrar o Cristo

Encontrando a si mesmo. Jesus nos recomendou que buscássemos o reino dos céus e a sua justiça que todas as coisas a mais nos seriam acrescidas. Em outro momento ele nos disse que O Reino dos céus não tendo aparências exteriores está dentro de nós. Se num momento ele manda buscar o reino dos céus em tudo quanto faz parte de sua justiça e noutro momento nos diz que o reino do céus está dentro de nós, lógico que nos recomenda buscar a própria intimidade. Voltamos para dentro de nós. Ensinou-nos que quando desejássemos orar , buscassemos o nosso aposento, porque o pai que sabe o que se passa em secreto nos atenderia. E dessa forma encontrar o Cristo será encontrarmo-nos a nós mesmos,uma vez que, nessa volta que estamos dando para encontrar Jesus, deveremos acha-lo nas realizações de nosso cotidiano no esforço que fizermos para evoluir, por crescer, abandonando as estradas do erro para buscar a estrada do acerto, sabendo que temos probabilidades de errar, mas lutando para que erremos menos hoje do que ontem, e amanhã seremos mais virtuosos do que hoje. Essa luta, esse esforço perseverante nos fará encontrar o Cristo, não o Cristo das paginas, o Cristo literário, mas o Cristo vivo que nos acompanhará ao lar, à oficina de trabalho às lutas sociais, à toda parte, porque o homem de bem, aquele que procurou viver as leis de Deus, é um homem Cristico, que aprendeu a encontrar o Cristo na sua própria intimidade.

Raul Teixeira- Rev. Informação 12/1988

*

*

Roma e o Evangelho (livro de D. Jose Amigò Y Pellicer, 1874)   trechos:

Assim como se deve ir buscar a água pura e cristalina, não na corrente, e sim no manancial primitivo, assim também o puro cristianismo deve ser procurado, não na corrente romana, mas sim em seu principio, no manancial evangélico.

O que sentimos, o que firmemente deploramos, é não termos a necessária virtude para imitar a Jesus em todas as nossas ações.

Não somos ainda tão loucos quanto deveríamos ser para nos podermos dizer fieis imitadores do que morreu para testemunho da divindade da sua loucura.

Romana
– Um único mundo habitado, a terra.
– Existência única do homem.
– Sorte definitiva depois da morte.
– Inferno eterno em absoluto.
– Comunicação entre diabo e o homem.

Espírita
– Pluralidade de mundos habitados.
– Pluralidade de existências do homem.
– Eternidade relativa dos sofrimentos da alma.
– Comunicação dos espíritos superiores e inferiores com o homem.
Pag. 62

*

*

Ajuda

O serviço restaurador que compete a espiritualidade superior, baseia-se na aceitação do homem.
Não podemos assaltar o coração, quando a criatura se refugia na cidadela da vaidade e do orgulho.

Por exemplo:
– Você compreende seus deveres de amor, gentileza e assistência para com os domésticos e suas obrigações de respeito, solicitude e atenção para com os superiores e subalternos?
– Vivendo em comunidade, na luta diária, sabe livrar seu fígado e seu coração das nefastas projeções vibratória do ódio e da revolta?
– Exercita, regularmente, suas noções de fraternidade?
– Combate a intemperança mental pela contenção dos impulsos inferiores?
– Procura dar a cada pessoa que o cerca o que lhe pertence?
– Serve sem reclamações e evita o clima escuro da maledicência?
– Põe o espírito de serviço acima de suas preocupações individuais?
– Preserva em suma a própria paz?
– Busca entrosar-se com os seus semelhantes?
– Dedica-se a algum serviço de benemerência?
– Recebe os sofredores com bondade e esquece facilmente o ataque dos maus?
– Consegue imunizar seu cérebro e seus nervos contra a influencia das forças tenebrosas?
– Vive com moderação para afastar a indesejável visita da inveja, exemplificando a correção para que os tentáculos da calunia não lhe atinjam a mente?
– Age, em tudo com prudência, justiça e solidariedade fraternal, afim de que o despeito e a inconformação não lhe ameacem a sementeira do bem?
– Ajuda os que erram e procura descobrir o verdadeiro necessitado, contrariando por vezes sua próprias inclinações?
– Sabe ser medico de si mesmo, auxiliando os aflitos do caminho, para que as emissões benéficas do agradecimento o amparem e curem?
– Respeita os outros, de modo a ser respeitado pelo maior numero de pessoas?

Em geral, os sofredores são mais preguiçosos que propriamente infelizes.

Do livro Luz a cima- Humberto de Campos

*

Eu sou um bloco de texto. Clique no botão Editar (Lápis) para alterar o conteúdo deste elemento.

Ama a Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu espírito, este é o primeiro mandamento.
Fluidifíque sua Agua
Estudo do Evangelho no lar
Observações para o estudo do Evangelho
Cura Espiritual
Desdobramento
Desdobramento espiritual
Reunião mediunica
Passe magnético espiritual
Atendimento de Cura Espiritual
Reunião de Desobsessão
Reunião de Desobsessão

Mateus 10:8 Curai os enfermos,

Curai os doentes

ressuscitai os mortos,

Jesus ressuscita a menina na sinagoga

limpai os leprosos,

Jesus e os 10 leprosos

expulsai os demônios,

Jesus e o endemoninhado

Mateus 9:35 E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do reino

Ensinando
Jesus e o paralítico de Carfanaum

Grupo CELC : Visita semanal ao Abrigo de Idosos Paiva

Sueli, Solange, Rosane, Angela, Leila.

Grupo CELC: Visita semanal ao abrigo Vila Vicentina

Sueli, Angela, Leila, Rivanete

Grupo CELC: Visita semanal ao Hospital Lauro Souza Lima

Sueli, Angela, Rivanete

Grupo CELC: realiza 4 reuniões de doutrina na semana no Paiva (C.E. Bezerra)

Centro Espírita Dr. Bezerra - reuniões 2ª f. - 4ª f. - 6ª f. as 20:00 horas e sábado 15:00 horas

passatempoespirita.com.br - Evangelização (atividades - aulas para baixar)

Click aqui

Inicio 02/1958 -- Bauru SP. -- Rua São Gonçalo, 6-15 --- emersonluccas@gmail.com

Allan Kardec 1804 a 1869